0

O que é uma impressora térmica e como escolher o modelo ideal?

 

As impressoras térmicas, também conhecidas por impressoras de etiquetas, são muito utilizadas no mercado de automação, uma vez que, além de ágeis e resistentes, são econômicas e atendem com qualidade as necessidades desse setor.

A partir de uma tecnologia diferenciada, esses equipamentos ganharam seus espaços e são encontrados em milhares de empresas espalhadas por todo o planeta.

Elas são fáceis de identificar e, se você reparar, perceberá que muitos documentos do seu cotidiano são emitidos por impressora térmica.

Nesse post vamos conhecer melhor esses equipamentos, além de entender seu funcionamento e como escolher o modelo ideal. Continue lendo e confira!

 

O que é impressora térmica?

A impressora térmica é desenvolvida para imprimir etiquetas e códigos de barras, gerando mais qualidade de impressão, rapidez, baixo ruído e baixo custo.

Existem dois métodos de impressão nessa impressoras, a impressão térmica direta, onde necessita-se de papel térmico (papel termo-sensível), que ao calor da cabeça de impressão reproduz em pontos específicos, formando assim o texto ou imagem desejada.

Impressão térmica direta

Nesse método não é necessário a utilização de ribbon, onde a cabeça de impressão aquece o papel ou etiqueta termo-sensível, reproduzindo o que foi enviado para a impressora, esse processo é utilizado principalmente em impressoras portáteis e impressoras de cupom e senhas.

Impressão por transferência térmica

Na impressão por transferência térmica, a impressora precisa de ribbon para reproduzir textos e imagens, nesse caso é feito contato da cabeça de impressão (aquecida) com o ribbon, que transfere a tinta para o papel ou etiqueta através do calor, esse processo é utilizado nas impressoras de mesa, industriais e de alta performance.

 

Tipos de impressoras térmicas

Divididas em categorias, as impressoras térmicas atendem às diversas situações e necessidades:

 

Impressoras portáteis

Também conhecidas com impressoras móveis, são as indicadas para situações que exigem mobilidade.

Normalmente são utilizadas através de aplicativos instalados em celulares, tablets e equipamentos móveis, atendendo a serviços como emissão de contas, impressão de ingressos e etiquetas.

 

Impressoras de mesa

São impressoras de médio porte e que não atendem a necessidade de grandes volumes de impressão.

Normalmente são utilizadas em pequenos mercados, lojas, joalherias, laboratórios, hospitais, clínicas, clubes, também servem para a impressão de ingressos, credenciamentos, controles de filas, etiquetas de preços, identificação de pacientes, etc.

 

Impressoras industriais

Trata-se de impressoras mais robustas que são utilizadas em ambientes mais hostis, exigindo do equipamento, tanto em termos de durabilidade, como também de impressão.

Normalmente utilizadas em centros de distribuição, chão de fábrica, depósitos, transportadoras e logística de empresas de médio porte.

Voltadas a impressão de fichas, etiquetas de controle, preços, etc.

 

Impressoras de alta performance

São altamente robustas, suportando grandes volumes de impressão e trabalhando 24 horas por 7 dias.

São utilizadas em grandes corporações que precisam de agilidade, qualidade e volume de impressão.

Tal qual as impressoras industriais, atendem a ambientes hostis, porém em grandes quantidades.

 

O que levar em conta na escolha do modelo apropriado?

Alguns fatores precisam ser levados em conta na hora de escolher a melhor impressora de etiquetas para o seu negócio, além do porte do equipamento:

 

Resolução de impressão

A maioria das impressoras trabalham com a resolução de 203dpi, o que é suficiente para a impressão de código de barras.

No entanto, se sua empresa necessita de impressões com etiquetas que apresentem letras pequenas, será necessário outra opção em termos de resolução.

Existem impressoras que trabalham com 300dpi e outras ainda que chegam a 600dpi.

Por isso, fique atento aos documentos que precisa imprimir e qual a melhor resolução para esse fim.

 

Interfaces de comunicação

É preciso saber quais são as portas de comunicação que serão utilizadas para integrar sua impressora a outros equipamentos.

Existem alguns padrões que vem em praticamente todas as impressoras, como serial, paralela e USB, no entanto, é importante verificar se há a necessidade de outra interface, como, por exemplo, a ethernet.

Também é importante verificar a utilização com portas de comunicação sem fio, como Bluetooth e wi-fi.

São avaliações importantes e que merecem atenção, especialmente nos casos da necessidade de integração com equipamentos móveis como smartphone, coletores e tablets.

 

Itens Opcionais

As empresas devem se atentar à questão de itens que podem fazer a diferença na produtividade: tais como RFID (identificação por radiofrequência), rebobinador interno, destacador (peeler), cutter (guilhotina), impressão frente/verso e sensores (sensor de gap er reflexivo marca preta).

 

Volume de impressão

Outra importante característica para a escolha da impressora é o volume de impressão.

Se você tem volumes razoáveis, mesmo que apenas uma vez ao dia, é interessante a contratação de uma impressora industrial, que suporte o trabalho.

A cabeça de impressão da impressora (que é utilizada durante o seu uso) é uma das principais peças e não pode ser forçada além da sua capacidade, por isso, a importância da atenção para o volume a ser impresso.

O contrário também merece ser analisado: você não precisa de uma impressora de alta performance para emitir ingressos no cinema, por exemplo.

A Compex é uma empresa especializada na comercialização, suporte e assistência técnica de impressoras térmicas e, certamente, possui o melhor equipamentos para o seu negócio.

Se você gostou do desse post, que tal ler como avaliar se meus equipamentos de automação estão obsoletos?

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *