0

O que é OSA e como usá-lo para controlar o estoque do varejo?

 

O indicador OSA tem por objetivo apontar o motivo da falta de produtos nas prateleiras do varejo (lojas e supermercados) e evitar, assim, que o cliente não encontre o que procura.

É natural que as pessoas tenham preferências por determinada mercadoria e marca e busquem nas gôndolas exatamente aquilo que desejam.

Se o produto não estiver disponível, os riscos do cliente não retornar ao seu estabelecimento são grandes.

Por isso, nesse artigo vamos mostrar como usar o indicador OSA, que é fundamental para apontar falhas e ajudar no aprimoramento do controle de estoque do seu varejo, evitando o risco de perder clientes. Continue lendo e confira!

O que é OSA?

OSA – On Shelf Availability – significa “disponibilidade na prateleira”.

Trata-se de um indicador da cadeia de suprimentos que identifica o motivo da falta de determinado produto nas gôndolas, o que contribui para que sejam levantadas as correções adequadas para evitar esse sério problema.

Para isso, é preciso implantar um rigoroso controle de estoque de todos os produtos expostos, com previsões de demanda e necessidades por conta da sazonalidade, onde em alguns períodos as vendas de determinadas mercadorias são maiores ou menores.

Como aplicar o OSA e para que ele serve?

Para aplicar o OSA, o varejo precisa manter um controle rigoroso tanto dos estoques como dos produtos expostos nas gôndolas.

Para isso, é fundamental usar a tecnologia a favor, como equipamentos e softwares que possibilitam a informação em tempo real sobre o andamento das vendas no varejo.

Dessa forma, o sistema vai acusar a necessidade da reposição dos produtos.

Vale lembrar que a situação da falta do produto na gôndola ocorre em função de três situações:

  1. Não existe o produto nos estoques;
  2. O produto não é encontrado pelo cliente;
  3. O produto está disponível no depósito, mas não foi encaminhado às gôndolas.

Com a aplicação do OSA é possível identificar quais dessas situações é mais corriqueira e, assim, entender onde e quando ocorre a falha da falta para buscar soluções para evitar a ausência dos produtos nas prateleiras.

Com esse indicador, o gerente pode mudar sua forma de gerir o estoque da loja e a movimentação das mercadorias.

Além disso, o OSA permite ainda:

Entender as sazonalidades

O indicador OSA ajuda o varejo a identificar os períodos de sazonalidade, bem como os costumes e preferências para cada dia da semana por parte dos consumidores.

Dessa forma, a gerência se prepara melhor para atender as necessidades de reabastecimento diferenciado e evita que os produtos não estejam disponíveis nas prateleiras.

Todo gestor sabe que é fundamental estar atento às datas comemorativas, períodos e costumes que aumentam ou diminuem o consumo de determinados produtos.

É preciso disponibilizar produtos adequados à época certa.

Para isso, é essencial um sistema de gestão que faça esse controle em tempo real e disponibilize essas informações, bem como de equipamentos, como coletores de dados, que possam agilizar e garantir a veracidade e segurança dos dados.

Evitar o exagero

Assim como há um grande risco em deixar faltar produtos nas gôndolas do varejo, o exagero também pode se transformar em um grande problema para o negócio.

Através desse indicador, evita-se compras exageradas e estoques desnecessários de produtos com baixo giro ou fora do período em que costuma ser comercializados.

O excesso de mercadorias pode comprometer o fluxo de caixa e ocupar espaços que poderiam ser disponibilizados para outros produtos.

Quais são os benefícios do OSA?

Como você pode observar, o OSA é um indicador que colabora para os ajustes na oferta dos produtos corretos, em quantidades que atendam a demanda, apontando para as necessidades de reposição e sinalizando em tempo real o comportamento de vendas de todas as mercadorias.

Isso possibilita ao varejo a realização de compras de estoques de maneira racional e de acordo com as necessidades do negócio.

O OSA evita ainda os desperdícios que podem acontecer em função de produtos com datas de vencimento prestes a ocorrer e colabora na diminuição das perdas de mercadorias perecíveis.

É também através desse indicador que é evitada a falta dos produtos nas gôndolas, alimentando a área de compras com informações precisas sobre a necessidade – ou não – da realização de pedidos junto aos fornecedores.

Por último, e talvez o mais importante, é o indicador que “trabalha” para a satisfação dos clientes, informando ao varejo, através de dados estatísticos, o que e quanto é necessário de cada mercadoria para atender a demanda do varejo e não correr o risco de perder seus consumidores.

A Compex pode colaborar nesse processo e na implantação desse importante indicador no seu varejo, oferecendo excelentes opções de coletores de dados, acesse nosso site e conheça nossas soluções!

Compex Tecnologia

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *