6

Guia: como fazer um inventário de estoque usando coletores de dados

Um inventário de estoque nada mais é do que o processo de identificação, classificação e contagem dos produtos que a empresa possui. Com ele, os gestores podem tomar decisões bem fundamentadas na hora de decidir compras, realizar ações de promoção etc.

 

A complexidade para a realização de inventários depende do tipo de negócio, da quantidade de itens armazenados, entre outros fatores. O que sabemos é que, na maioria das vezes, realizar inventários não é tarefa fácil.

A boa notícia é que cresce a cada dia o número de empresas que têm lançado mão da tecnologia para facilitar e tornar mais eficazes seus inventários.

Sobre isso vamos pensar juntos ao longo deste texto.

Continue lendo para entender como coletores de dados podem tornar o inventário de estoque mais simples, rápido e eficiente!

 

Inventário de estoque com coletores de dados:

1. Integre os coletores com o sistema de gestão

O primeiro passo a ser dado é integrar os coletores que serão utilizados pela equipe para o inventário de estoque ao sistema de gestão do negócio.

Isso porque se a ideia é automatizar o processo, é importante que os dados coletados sejam diretamente encaminhados para o sistema. Dessa forma, é bem mais rápido e prático, por exemplo, confrontar as quantidades registradas no sistema com o disponível no armazém.

2. Treine os profissionais para a utilização do equipamento

De um modo geral, um bom coletor de dados é muito simples de se usar. Com interface intuitiva e comandos práticos, em poucos minutos os operadores conseguem trabalhar.

No entanto, estamos falando de um inventário de estoque, um processo que merece máxima atenção.

Vá além dos detalhes técnicos, deixe bem claro aos seus colaboradores como os itens devem ser contados, quais comandos devem ser dados no equipamento etc. Quanto mais treinada a equipe estiver, maior será a chance de sucesso no inventário.

3. Certifique-se de que todos os itens estão devidamente registrados

A captação dos dados normalmente é feita por código de barras pelo coletor. Logo, é fundamental que todos os itens estejam devida e corretamente registrados no sistema de controle interno.

Itens que não estão registrados, ou foram registrados de maneira incorreta, podem não ser captados pelo coletor de dados e os operadores necessitarão fazer controles paralelos em papel ou planilhas de Excel. Isso pode tornar a produtividade mais lenta e prejudicar o resultado final.

4. Padronize o método de contagem

Outro ponto importante é a escolha da metodologia de contagem. É sempre bom lembrar que coletores de dados são equipamentos e, como tal, serão utilizados dentro de um padrão que deverá ser estabelecido pelo gestor.

Daí que é importante que toda a equipe esteja alinhada com a forma com que os itens serão contados e transmitidos para o sistema.

5. Utilize coletores de dados também no processo de auditoria do inventário de estoque

Uma boa dica é a realização de auditorias durante o inventário para garantir que nenhum erro passou despercebido. Normalmente, uma ou duas pessoas são destacadas para conferir algumas amostras da contagem e verificar se está tudo correto.

A auditoria serve para lembrar aos profissionais envolvidos que seu trabalho será conferido, mas também ajuda a evitar falhas humanas. Com um coletor de dados em mãos, os auditores podem trabalhar mais rapidamente e com a certeza de que não falharão durante a conferência.

6. Faça backup dos dados

Por fim, uma dica técnica bastante importante: faça cópias de segurança dos dados coletados durante o inventário.

Diversos especialistas sugerem que a melhor periodicidade para a realização de backups em inventário de estoque é de hora em hora. Assim, garante-se que as informações da contagem não serão perdidas por qualquer eventualidade técnica ou mesmo por erro humano.

Compex Tecnologia

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

6 Comments

  1. Olá.. queria uma ajuda de vocês..
    Irei trabalhar com um coletor numa loja de grande porte de móveis, qual.a dica que vocês me dariam? Pois é minha primeira vez com esse aparelho, e por onde poderia começar??

    • Olá Izabel,

      O ideal é que a empresa ofereça um treinamento, pois sua rotina vai depender do funcionamento do software, portanto não se preocupe, geralmente a tarefa não apresenta muita dificuldade.

      Abraços,

      Compex Tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *