0

Cuidados com a gestão de dados durante a quarentena

Não deixe de coletar dados | Compex

Cuidados com a gestão de dados durante a quarentena

Desde que a primeira pessoa infectada no Brasil pelo coranavírus (Covid-19) foi divulgada pela imprensa, no dia 26 de fevereiro, houve uma corrida aos supermercados para se abastecer e ficar em isolamento social. Segundo a Associação Paulista de Supermercados (APAS), ocorreu um aumento de até 50% na movimentação de clientes nos períodos de pico. Por outro lado, uma pesquisa realizada pela Gunnebo mostrou que, com o grande volume de consumidores nas lojas, ampliou-se também as perdas na frente de caixa (PDV). Para se ter uma ideia, comparadas aos períodos normais, as perdas em papel higiênico chegaram a 59% e em leite longa vida tiveram aumento de 176%.

Recentemente, a Neogrid também mostrou em seus estudos que a ruptura chegou a 12%, pois os repositores não davam conta de abastecer as gôndolas na mesma velocidade. Depois desse período de corrida aos supermercados, o movimento se estabilizou e chegou a cair o movimento. Ou seja, se não houver planejamento, a varejo pode ter muito prejuízo e causar um desastre ainda maior na economia.

Nesse sentido, neste período de quarentena, os varejistas que estão na linha de frente, precisam tomar cuidado com as áreas de maior vulnerabilidade:

Cadastro: O uso do coletor é muito importante. É normal os fabricantes mudarem o código de barras dos produtos, que aparentemente são os mesmos. Normalmente isso acontece quando o peso do produto é reduzido ou é lançada uma linha com tema promocional. No recebimento, quando é feito sem o uso do coletor, o conferente recebe o produto, libera para a área de venda, porque aparentemente é o mesmo, mas na prática, é uma nova mercadoria.

Consequências: Produto vai travar no caixa (aparece como produto não cadastrado). O fiscal libera o caixa para vender como “código diversos”, abominado pelas contabilidades, mas prática comum nos mercados.

As vendas feitas no “código diversos” afetam diretamente o arquivo Sped (arquivo enviado para o Fsco). O estoque não vai bater, mesmo com a correção posterior do cadastro do produto, porque alguns itens já foram vendidos pelo “código diversos” e a entrada da nota foi integral. Como o produto já está na área de vendas, o risco dele não ter sido analisado fiscalmente com toda atenção necessária é muito grande, o que pode causar prejuízo direto ao supermercadista.

Estoque: Quando não se usa coletor de dados no recebimento é comum receber um produto no lugar de outro (produto similar).

Consequência: O estoque do item que entrou, fica negativo porque não foi registrado no sistema (via lançamento da nota). Ou seja, nesse momento de abastecimento acelerado, causado pela Covid-19, é necessário redobrar a atenção e a tecnologia pode ser útil para acelerar o recebimento no estoque, já que muitos varejistas adotaram medidas para que colaboradores de dentro não tenham contato com quem está fazendo as entregas.

Mercados com mix de 20 mil itens costumam ter em média de 500 a 1 mil deles com estoque negativo quando não usam coletores, e acabam desestimulando o controle de estoque, acarretando problemas ainda maiores.

Com o aumento gigantesco das pessoas nos supermercados, aliado ao receio dos colaboradores de tocar nos produtos, fica absolutamente impossível encarar esse desafio sem processos de controle neste momento de crise. Dessa forma, se no seu caso, essas informações não são claras ou não existem em seu sistema, o primeiro passo é buscar coletores de dados aliado a uma solução de software que permita executar os processos de gestão para suportar a implementação de controle e, claro, seguir as dicas citadas aqui.

Estamos como em situação de guerra e temos de ter calma para pensar e assim tomar as ações necessárias neste momento de muita cautela. Não deixem as operações de lado. Elas são muito importantes.

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *