0

Como o coletor de dados pode ajudar na automação da empresa

 

Levantar dados para transformá-los em informações, que servem para análises, auditorias, estatísticas e tomada de decisões, é praticamente impossível sem a automação.

São tantos processos em uma empresa que sem equipamentos adequados e automáticos, os dados se perdem, levando o negócio a seguir sem um acompanhamento adequado.

O coletor de dados está diretamente ligado aos controles de mercadorias e de processos, seja na hora da compra, estoque, separação, despacho e até mesmo na entrega de produtos.

Nesse artigo vamos mostrar com mais detalhes como o coletor de dados pode ajudar na automação da empresa. Leia e confira!

 

O coletor de dados

O coletor de dados é um equipamento que ajuda na captura de dados e os envia a um sistema com o objetivo de transformá-los em informação.

Um bom exemplo são os coletores que encontramos nos caixas de supermercados ou nas lojas, onde o atendente faz a leitura do código de barras e o sistema apresenta os valores a serem pagos.

Nesse caso, o coletor de dados captura, através do código de barras, qual é o produto que está sendo vendido, informando a uma base de dados do sistema que processa a informação, imprime o cupom (se for o caso) e apresenta o valor da conta.

O equipamento, nessa situação, faz a leitura de forma automática e em tempo real, o sistema da loja, além de apresentar os valores, dá a baixa no estoque e os dados passam a fazer parte do histórico de vendas, que poderá ser analisado através de relatórios ou gráficos estatísticos.

 

Os coletores nos armazéns e no chão de fábrica

Não são apenas nas lojas que os coletores de dados são utilizados e podem trazer enormes vantagens para a automação.

Esses equipamentos colaboram muito nos processos envolvendo armazéns e depósitos, onde auxiliam os profissionais na entrada das mercadorias, quando os coletores são utilizados para a leitura e identificação dos produtos que estão sendo descarregados.

Também, através dos coletores de dados, os produtos armazenados são identificados, quando são vendidos ou ainda quando são remetidos para a área de produção.

Eles ainda colaboram efetivamente no despacho das mercadorias, na hora do carregamento, evitando que produtos sejam trocados ou misturados com outros pedidos.

O coletor de dados faz a leitura dos códigos de barras que estão nas caixas a serem transportadas e identificam qual o produto, quantidade, valor e detalhes que ajudam os profissionais nos diversos processos logísticos.

Também no chão de fábrica os coletores são utilizados e trazem inúmeros benefícios, registrando a entrada de mercadorias e matéria-prima ou ainda remetendo dados dos produtos acabados, como série, número de lote, data e horário em que foram produzidos.

 

Processos automatizados

Sem o auxílio do coletor de dados, os processos de controle, contagens e conferências seriam exaustivos e demorados.

Além disso, esses equipamentos possibilitam a diminuição considerável de erros, o aumento da qualidade nas tarefas e a possibilidade de averiguações e auditorias das movimentações ocorridas.

Não se concebe, nos dias atuais, o processamento de grandes volumes de mercadorias sem a utilização de coletores de dados.

Definitivamente, esses equipamentos fazem parte do cotidiano e estão inseridos em nossas vidas, sem que muitas vezes percebamos o quanto eles agilizam os processos e evitam graves erros no dia a dia das pessoas.

Se você gostou desse artigo, leia também Como aumentar o desempenho em operações logísticas?

Compex Tecnologia

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *