0

Como é feito o rastreamento de cargas?

 

A tecnologia possibilita que cargas possam ser rastreadas, permitindo o registro e análise de todas as ocorrências durante o seu transporte.

Informações são disponibilizadas aos clientes das transportadoras, onde é possível saber qual a ação que está sendo realizada e onde está a sua mercadoria.

O objetivo no rastreamento de cargas é facilitar a localização de objetos perdidos ou roubados.

Infelizmente, os índices de criminalidade e de roubos de cargas são altos no Brasil e, apenas em 2018, foram registrados 22 mil ocorrências no país.

O rastreamento de cargas facilita as investigações, além de oferecer aos clientes um serviço de acompanhamento da sua encomenda.

Nesse post vamos mostrar como isso é realizado. Continue lendo e confira!

 

O que é rastreamento de cargas?

O rastreamento de cargas é diferente do monitoramento.

Monitorar é um acompanhamento em tempo real do veículo que está realizando o transporte de determinada carga.

Bastante utilizado pelas transportadoras, o monitoramento permite o acompanhamento e orientações para assessorar e ajudar o motorista a encurtar distâncias ou ainda evitar congestionamentos nas coletas e entregas de mercadorias.

Já o rastreamento de cargas não faz esse tipo de acompanhamento e seu objetivo, como já mencionado, é registrar, para futuras análises, as diversas ações ocorridas, desde a coleta até a entrega final da mercadoria.

Através dessa ferramenta é possível acessar as rotas de transporte de toda a frota de veículos, bem como os produtos, trajetos e profissionais envolvidos em cada etapa do procedimento de entrega.

 

Como é feito?

O rastreamento é realizado através de apontamentos e leituras automatizadas em todos os pontos por onde o objeto é manuseado, além do acompanhamento de localização das cargas.

Como exemplo, alguns dos status do rastreamento podem apresentar as seguintes descrições:

  • Objeto em coleta;
  • Objeto no CD São Paulo;
  • Objeto em viagem para CD Florianópolis;
  • Objeto no CD Florianópolis;
  • Objeto em processo de entrega;
  • Objeto entregue ao destinatário.

Assim, o cliente consegue saber onde está sua encomenda, bem como a própria transportadora controla cada processo.

São diversas as tecnologias adotadas pelo rastreamento de cargas, das quais podemos destacar:

 

Radiofrequência

Como o próprio nome diz, essa tecnologia utiliza a emissão de sinais de rádio para ser localizada a carga, podendo, inclusive, estar em túneis ou em locais fechados como o subsolo.

Etiquetas RFID podem ser colocadas nos produtos e são rastreáveis com a utilização dessa tecnologia.

Outra vantagem da radiofrequência é que não fica sujeita a inibidores de sinais, portanto, é facilmente localizável.

 

Telemetria

A telemetria é outra tecnologia muito utilizada, pois, além de permitir o rastreamento de cargas, também mantém armazenado o histórico da viagem.

Dentre as muitas informações que são registradas pela telemetria, em função dos sensores instalados nos veículos, destacamos:

  • Distância percorrida;
  • Frenagens bruscas;
  • Média de velocidade;
  • Inatividade do veículo;
  • Consumo de combustível.

 

GPS

Bastante conhecido, o GPS é uma das tecnologias mais utilizadas pelos gestores de frotas.

O rastreamento de cargas é realizado via satélite e é possível o controle de uma série de eventos, como:

  • Abertura e fechamento de portas;
  • Aceleração do veículo;
  • Velocidade;
  • Jornada de trabalho do motorista.

Essas tecnologias estão à disposição da área de logística e colaboram para a gestão dos transportes de maneira efetiva, tanto em termos de informações como na segurança e qualidade de trabalho dos profissionais envolvidos.

Agora que você conhece mais sobre o rastreamento de cargas, que tal se inscrever no site da Compex para receber outros artigos exclusivos sobre logística?!

Acesse nosso site e faça o seu cadastro. Aguardamos você!

Compex Tecnologia

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *