1

4 Desafios do atacado distribuidor que só a tecnologia pode resolver

São tantos os desafios do atacado distribuidor na atualidade, que até fica difícil escolher alguns para refletir. E isso é bom, pois demonstra que este mercado está aquecido e tende a seguir crescendo.

As necessidades de profissionalização e inovação só aparecem para os setores da economia que estão em desenvolvimento. Do contrário, tudo pode ficar como era antes; não há ameaças.

Por isso, é importante sabermos que neste texto vamos refletir somente acerca dos principais desafios do atacado distribuidor que podem ser resolvidos com o auxílio da tecnologia.

Continue lendo para entender!

Os desafios do atacado distribuidor passam pela tecnologia

Muitos especialistas afirmam que 2018 será um ano divisor de águas para diversos segmentos de mercado. Este será, de acordo com a consultoria IDC, por exemplo, o ano em que a chamada “era da transformação digital” atingirá seu ápice.

Em outras palavras, as empresas que fizerem boas escolhas em termos de recursos, ferramentas e serviços de tecnologia tenderão a se destacar e seguir avançando. Aquelas que não conseguirem isso, poderão ver muitas oportunidades se perderem.

Para a IDC, deste ano até 2020, haverá um incremento de 129% nos investimentos em Big Data e plataformas analíticas na América Latina — 45% disso será realizado no Brasil. Empresas de todos os portes e em todos os segmentos têm percebido que seus desafios podem ser superados com o emprego de tecnologias que tornem seus processos mais inteligentes e competitivos.

No atacado distribuidor, especificamente, a tecnologia tem sido cada dia mais empregada para integrar processos, preparar a infraestrutura para o comércio online, promover inovações na logística, reduzir custos etc.

Principais desafios do atacado distribuidor que a tecnologia pode resolver

Nesta linha de raciocínio, vamos ver, a seguir, quais são os principais desafios do atacado distribuidor que plataformas, serviços e recursos de tecnologia podem ajudar a resolver:

1. Aumento do custo de mão de obra

A necessidade de ter uma equipe altamente qualificada para competir em um mercado cada dia mais complexo, faz com que os empreendimentos de atacado e distribuição aumentem seus gastos com mão de obra.

No entanto, cada dia mais empresas do ramo tem percebido que se empregarem as ferramentas certas podem até reduzir este tipo de custo. Ao inserir um sistema de controle de vendas integrado ao estoque e à logística, por exemplo, podem reduzir o tempo entre a emissão de um pedido e a entrega ao cliente.

A integração tecnológica também ajuda a reduzir erros e retrabalhos, o que impacta positivamente na produtividade dos profissionais. Ao produzirem mais e melhor, é possível não ter a necessidade de contratar novos colaboradores.

2. Dificuldade de encontrar mão de obra especializada

Em cenário de pouco crescimento da economia, os melhores talentos são disputados pelas empresas. Não é fácil encontrar profissionais qualificados para ocupar cargos de estratégia, por exemplo.

A tecnologia tem sido empregada para resolver este desafio no atacado distribuidor de diversas formas: desde a agilização do processo de recrutamento e seleção até a implementação de programas de treinamento de capacitação.

Isso sem contar que com processos parametrizados a partir de softwares devidamente desenvolvidos para o setor, é possível atrair e reter talentos dispostos a atuar em empresas inovadoras.

3. Problemas de integração entre os setores de logística, vendas e suporte ao cliente

Outro dos desafios do atacado distribuidor é integrar setores/departamentos como logística, vendas, suporte ao cliente etc. Ou seja, fazer com que haja uma sequência lógica de processos executada para que não hajam atrasos na realização das atividades, compartilhamento automático de dados etc.

Com equipamentos como coletores de dados, aliados a um bom software especializado em atacado distribuidor isso já é totalmente viável. E o melhor: não é mais preciso gastar muito dinheiro para isso. Se antigamente somente os megaempreendimentos tinham infraestrutura para este tipo de solução tecnológica, agora já é possível implementar tecnologia digital, alocada na nuvem ou internamente, com rapidez e eficiência por um preço que cabe no bolso de qualquer organização.

4. Dificuldade de aumentar a capacidade produtiva no mesmo ritmo que a demanda

Por fim, um dos desafios do atacado distribuidor que acometem empresas em crescimento é a dificuldade de escalar a produção no mesmo ritmo em que as vendas crescem. E crescer, nós sabemos, é o grande objetivo de qualquer negócio.

Agora, se as vendas crescerem muito e a empresa não consegue dar conta dos pedidos, logo passará a ser vista como pouco confiável. Daí que muitos gestores queimam bastante neurónio tentando encontrar uma forma de produzir satisfatoriamente para atender bem seus clientes (com qualidade e rapidez).

Neste sentido a tecnologia também pode ajudar, e muito. Na integração dos processos, na facilitação do trabalho dos profissionais envolvidas na operação do negócio, na transparência da gestão, na fidedignidade dos dados…

São muitas as formas que os recursos e serviços de tecnologia podem assumir para potencializar a capacidade produtiva e impedir que ela não seja estrangulada pelo crescimento da demanda.

Como você tem lidado com esses desafios do atacado distribuidor? O que achou da nossa reflexão? Deixe seu comentário!

Compex Tecnologia

São mais de 17 anos de mercado, levando tecnologia a todo Brasil.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *